Bar reabre após ser fechado por operação e PM dispersa clientes com balas de borrachaSecretaria da prefeitura flagrou local sem documentação para funcionar ~ Tempo de Paz

PATISAT ANTENAS

PATISAT ANTENAS
CLIK VEJA NOSSOS PREÇOS

Google+ Followers

COMENTARIOS

sábado, 28 de julho de 2018

Bar reabre após ser fechado por operação e PM dispersa clientes com balas de borrachaSecretaria da prefeitura flagrou local sem documentação para funcionar

Dono foi preso por perturbação da tranquilidade e levado para a Depac Piratininga - Foto: Álvaro Rezende/Correio do Estado

Fechado pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Gestão Urbana (Semadur) por falta da documentação necessária para funcionar, um bar na avenida Guaicurus reabriu duas horas após a passagem da fiscalização. Por conta do tumulto, a Polícia Militar usou balas de borracha para dispersar os clientes do estabelecimento e prendeu o proprietário por perturbação da tranquilidade.
De acordo com o boletim de ocorrência, uma equipe do Pelotão Tático foi acionado para acompanhar a Operação Tranquilidade, que além de checar a documentação dos estabelecimentos pela Semadur, também visava prevenir a perturbação do sossego, perturbação da tranquilidade, cumprimento de mandados de prisão, apreensão de armas, drogas, veículos produtos de roubo e furtos.
Dois bares na avenida Guaicurus foram o principal foco da ação, por já terem sido continuamente denunciados por moradores da região, por conta do tumulto provocado, do consumo de drogas e som alto.
Sem apresentarem os documentos necessários para o funcionamento, os agentes da Semadur lavraram as notificações e orientaram o fechamento dos estabelecimentos. Duas horas depois dessa operação, a Polícia Militar foi informada que um desses locais voltou a funcionar e que clientes consumiam bebida e obstruiam o trânsito no local.
Os militares foram até o local e confirmaram o relato em que aproximadamente 80 pessoas estavam no local. Mesmo com a presença da viatura e o pedido dos policiais para que os consumidores saíssem da via, nada ocorreu. Nesse momento, os militares utilizaram de balas de borracha para dispersar o tumulto.
O proprietário do local confirmou que reabriu mesmo após a notificação da Semadur, pois precisa trabalhar e pagar contas. Ele foi preso por perturbação da tranquilidade e encaminhado para a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) do bairro Piratininga.
FONTE:/www.correiodoestado.com.br
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © Tempo de Paz | Powered by Blogger Design by ronangelo